Motores EC para refrigeração - Perguntas Frequentes

Home > EC Motors and Accessories FAQs

Você tem dúvidas sobre os motores EC? Abaixo você encontrará perguntas frequentes sobre motores comutados eletronicamente e seus acessórios. Adaptamos este FAQ para ajudar engenheiros, gerentes de compras e gerentes de serviço a encontrar o que precisam em relação aos nossos produtos, mas se você não conseguir encontrar a resposta que deseja, sinta-se à vontade para entrar em contato conosco.

Os motores EC (comutados eletronicamente ou controlados eletronicamente) são motores elétricos que possuem ímãs permanentes no rotor e usam componentes eletrônicos para controlar a tensão e a corrente aplicadas ao motor.

Todos os motores elétricos funcionam pela interação de dois campos magnéticos empurrando um sobre o outro. Um campo é criado pelo rotor e outro pelo estator. A diferença entre os tipos de motor está em como esses campos são criados e controlados:

  • Os motores EC usam ímãs permanentes para criar o campo do rotor e uma série de bobinas controladas por um controlador eletrônico (ou “comutador”) para criar o campo do estator.
  • Os motores DC escovados usam ímãs permanentes para criar o campo do estator e uma série de bobinas alimentadas pela tensão de entrada DC e controladas por contatos mecânicos (“escovas”) para criar o campo do rotor.
  • Os motores de indução usam uma série de bobinas alimentadas e controladas pela tensão de entrada CA para criar o campo do estator, e o campo do rotor é criado eletromagneticamente (ou “induzido”) pelo campo do estator.

Os motores EC não têm escovas e, portanto, evite as faíscas e a curta vida útil que são mais comuns nos motores com escovas. Como eles têm componentes eletrônicos controlando o estator e não precisam desperdiçar energia induzindo o campo do rotor, eles oferecem melhor desempenho e controle e funcionam mais frios do que motores de indução (para motores pequenos, pelo menos: motores de indução trifásicos de alta potência podem ser muito eficiente).

Os motores EC são usados ​​hoje em muitas aplicações onde se deseja alta eficiência, confiabilidade e / ou controle do motor.

A terminologia no mundo do motor é confusa, já que muitas siglas são usadas para a mesma coisa e as definições das pessoas nem sempre são consistentes. Para todos os efeitos práticos, muitos desses termos são intercambiáveis.

  • EC significa Comutado Eletronicamente. ECM significa Motor Eletronicamente Comutado. Eles são a mesma coisa e geralmente se referem a motores que usam energia da rede elétrica (corrente alternada).
  • BLDC significa motor de corrente contínua sem escova: um motor BLDC pode ser o mesmo que um motor EC, mas é mais frequentemente usado para se referir a um motor controlado eletronicamente que usa uma fonte de alimentação DC, corrente contínua.
  • PMSM significa Motor Síncrono de Íman Permanente. Freqüentemente, isso significa a mesma coisa que um motor BLDC, embora nos círculos acadêmicos os dois termos sejam às vezes usados ​​para distinguir entre motores com diferentes tipos de algoritmos de comutação.
  • VFD, que significa Variable Frequency Drive, é o único termo que significa algo significativamente diferente. Um VFD é um tipo de controlador eletrônico usado para fornecer a um motor de indução (geralmente um motor trifásico maior) . Embora os componentes eletrônicos do VFD sejam semelhantes aos de um controlador de motor EC, o software é bastante diferente e os dois não são intercambiáveis.

Os motores EC têm eficiência muito alta e mantêm um nível de alta eficiência em velocidade parcial. Isso significa que, na maioria dos casos, eles consomem menos de um terço a metade da eletricidade usada pelos motores tradicionais usados ​​nas indústrias de ventilação e refrigeração. Isso se traduz em custos operacionais mais baixos e períodos de retorno curtos.

A alta eficiência do motor EC também significa que os motores funcionam “mais frios” e reduzem drasticamente a quantidade de calor residual produzida. A redução do calor residual no nível do motor do evaporador também normalmente resulta em operação reduzida no nível do compressor, o que permite ainda mais economia de energia. Além disso, funcionar mais frio aumenta a vida útil de peças do motor altamente carregadas, como enrolamentos e rolamentos.

Os motores EC também têm uma faixa de operação mais ampla do que os motores de indução tradicionais, o que significa que um motor ECM pode substituir vários modelos de motor de indução. Desta forma, o número de modelos exigidos por um cliente típico é reduzido significativamente, o que diminui e simplifica o estoque. Esta é a principal razão pela qual as linhas de produtos de ECM geralmente incluem menos modelos de motores do que suas contrapartes de indução.

Em termos de controle de velocidade e recursos, como a operação do motor é controlada por software, os motores EC permitem que os clientes otimizem e integrem o motor, o ventilador e o controlador com os aplicativos. Isso permite recursos como comunicação de dados, controle de volume constante, velocidade variável, etc.

Os motores EC também são mais silenciosos do que os motores tradicionais, têm uma vida útil mais longa e exigem menos manutenção.

Nossa linha atual de EC inclui motores de 2 a 25 W (1 / 375-1 / 30 hp) de potência de saída, em pacotes compatíveis com a estrutura Q e motores de ventilador de refrigeração de mancal de unidade. Veja nossa página de motores para mais informações.

A eficiência varia de acordo com o fabricante, a potência nominal e as condições de cada aplicação. No entanto, como regra geral, os motores de pólo sombreado variam de 15 a 25% de eficiência, os motores de capacitor de divisão permanente variam de 30 a 50% de eficiência e os motores EC atingem 60 a 75% de eficiência.

Depois do compressor, os ventiladores de refrigeração são um dos maiores consumidores de energia em um HVAC ou produto de refrigeração. Melhorar a eficiência do motor usando motores EC é uma das atualizações de eficiência “bolt on” mais econômicas disponíveis, oferecendo uma vantagem semelhante à mudança para iluminação LED. Em um gabinete autônomo (plug-in) vertical com frente de vidro típico, a atualização para motores EC melhora a eficiência geral do sistema em 20-25%.

Nem todos os motores EC são adequados para uso com refrigerantes de hidrocarbonetos ou para uso em todas as aplicações. A Wellington oferece versões “compatíveis com HC” de nossos motores de ventilador de refrigeração ECR®, que são “anti-faíscas” de acordo com os requisitos da UL e aprovados para uso com cargas de refrigerante de hidrocarboneto de até 150 g. Para aplicações mais críticas de segurança, também oferecemos versões certificadas ATEX (EEx nA IIA T5) de motores ECR. Para obter ajuda na seleção do motor correto para sua aplicação de hidrocarboneto, entre em contato conosco.

A análise de retorno envolve muitos fatores, como o custo eletricidade local, o ciclo de trabalho dos motores, a eficiência do movedor de ar e as condições de operação. Para aplicações de alto ciclo de trabalho, como ventiladores de refrigeração, o retorno pode ser de apenas alguns meses. Para aplicações de serviço reduzido, a economia de energia pode não ser o motivador para a mudança para motores EC. Gostaríamos muito de saber sobre sua apliação, portanto, entre em contato conosco para uma discussão mais detalhada.

Os preços do motor EC variam de acordo com recursos, tamanho e volume. Em geral, espere pagar algo entre duas a quatro vezes o preço de um motor CA de tamanho equivalente. Nossos produtos têm preços muito competitivos e adoraríamos ouvir sobre suas necessidades, portanto, entre em contato para discutirmos mais.

Sim, nossos motores da série ECR2 são compatíveis com voltagem dupla e aceitam qualquer voltagem de 70-264V, 50-60Hz, 1ph, em um produto.

Sim, nossos motores ECR estão disponíveis nas versões reversa cronometrada na parada, reversa cronometrada na partida ou continuamente reversíveis. Temos o prazer de programar comportamentos personalizados mediante solicitação.

Não. Como a eletrônica do motor EC converte a energia AC de entrada de 50 ou 60 Hz em uma tensão DC dentro do motor, a velocidade do motor será a mesma com a entrada de energia AC de 50 ou 60 Hz (exceto no caso de motores ECR 82/92 , que são “síncronos com a rede”).

Sim, nossos motores ECR 2 são programáveis ​​em campo de 300-1800 RPM com uma ferramenta de programação simples. Quando usado em conjunto com nossas soluções Connect SCS, mudamos a velocidade de um ventilador em tempo real para maximizar a economia de energia e o desempenho do seu sistema.

Não. O “zumbido” que você pode ouvir com um motor AC é provavelmente o ruído produzido pela ressonância da pilha de laminação do motor quando você reduz a velocidade de um motor AC com um TRIAC, chopper de tensão ou algum outro dispositivo de corte de fase. O ruído tende a se tornar mais predominante à medida que a velocidade é reduzida. O calor gerado pela alteração da onda senoidal para uma forma de onda cortada também cria um aumento adicional de temperatura no motor, levando a uma vida útil mais curta do motor.

Os engenheiros são ocasionalmente solicitados a prever a vida média do motor ou o tempo médio entre as falhas de um determinado motor.

A expectativa de vida dependerá fortemente de:

  • temperatura ambiente;
  • carga do motor;
  • número de partidas;
  • condições de tensão da rede.

Os motores Wellington são projetados para durar mais de 10 anos em condições nominais de operação.

A Wellington define a rotação olhando diretamente para a lâmina.

Alguns motores podem queimar ou “se proteger” para evitar danos. O motor ECR 2 da Wellington tem uma capacidade de retrocesso exclusiva que reduz automaticamente sua velocidade para manter o fluxo de ar sem ficar off-line. Isso permite que o ECR 2 opere por mais tempo enquanto está sobrecarregado, sem causar danos permanentes ao motor. Embora sempre recomendemos a manutenção adequada do sistema e abordemos prontamente as condições de sobrecarga, esse recurso mantém o sistema de resfriamento online por mais tempo, preservando a qualidade e a lucratividade do produto.

Sim. A capacidade de um motor de impedir a entrada de água, poeira ou detritos é determinada pela classificação de sua carcaça. Essas classificações são definidas pelo padrão IEC 60529, com números mais altos correspondendo a níveis maiores de proteção. Os motores ECR 2 da Wellington apresentam um nível de proteção IP67. Isso significa que é à prova de poeira e pode operar submerso em até 1m de água por até 30 minutos. Para saber mais sobre as classificações de gabinetes IP, verifique este white paper gratuito aqui.

Wellington tem uma grande variedade de desenhos técnicos, diagramas de instalação, dados de desempenho e curvas de desempenho comparativas que mostram como nossos motores funcionam em relação a muitos concorrentes em uma variedade de aplicações. Temos nossas próprias instalações de teste de última geração e temos o orgulho de fazer parceria com uma das melhores universidades do mundo para testes e verificações independentes. Entre em contato conosco para solicitar as informações desejadas.

A faixa de tensão de operação para motores ECR é mostrada na folha de dados do motor. Os motores ECR normalmente suportam (mas não são garantidos por) tensões sustentadas até a tensão máxima de operação + 10%. No caso de motores ECR 2, quando usados ​​em mercados de 115 V, isso resulta em um overhead de mais de 150V. Todos os motores ECR suportam tensões tão baixas quanto 0 V – ao contrário dos motores de indução, os motores ECR não podem ser danificados por subtensão: eles simplesmente desligam quando a tensão está muito baixa.

Os motores ECR normalmente suportam surtos de tensão de até 500 V, pois são projetados para atender aos padrões de imunidade “Industrial” (conforme definido na IEC61000—6-2), em vez dos padrões “comerciais” menos severos. Os motores ECR da Wellington suportam transientes rápidos (picos) de até 4000 V, que é o dobro do exigido pela IEC ^ 1000-6-2.

A cobertura da garantia depende dos termos e condições acordados com o fabricante do equipamento. Entre em contato com o seu OEM ou representante da Wellington para obter informações específicas.

Para mais perguntas sobre nosso motores